6. Para jogadores novos e para raparigas

Iwata:

Muito bem, para terminar, gostaria que descrevessem, nas vossas próprias palavras, o que recomendariam em The Legend of Zelda: Skyward Sword às pessoas que estejam interessadas em jogá-lo.

Hisada:

OK. Tal como mencionado há pouco, tem um aspeto e uns comandos diferentes, e a impressão de jogar dentro de uma área de terra continua mudou totalmente. Como foi mencionado na quinta sessão de entrevistas “Iwata Pergunta” inspirámo-nos inclusivamente no ecrã de seleção de níveis de Super Mario. (risos)

Iwata Asks
Iwata:

Foi uma bela surpresa. (risos)

Hisada:

É para veres como estávamos determinados a mudá-lo, mas não quero com isso dizer que é completamente diferente.

Iwata:

É, sem dúvida, The Legend of Zelda.

Hisada:

Sim. É genuinamente The Legend of Zelda. Quando o jogas, pensas: “Oh, sou tão fixe!”, por isso satisfaz tal como um jogo The Legend of Zelda deveria. Deixámos ficar as partes boas da série e, tal como mencionado antes, acrescentámos muitos elementos novos com os quais toda a gente da equipa se debateu.

Iwata:

E quando os jogadores se atiram para um desafio, o jogo encoraja-os. (risos)

Hisada:

Sim. (risos) Aparecem muitas personagens que torcem por Link, por isso acho que é o tipo de jogo que é acessível a todos, quer sejam fãs da série ou novatos. E espero que as raparigas que dizem que não têm jeito para jogos assustadores também o experimentem.

Iwata:

The Legend of Zelda não é só para rapazes.

Hisada:

Com certeza que não é! (risos)

Iwata:

Entendido. (risos) Marunami-san?

Marunami:

Tenho de recomendar os objetos. Há pouco falámos de como as coisas se fundiam no cenário de fundo. Na verdade,

Video: tornámos os objetos maiores do que nunca na série.

Muito bem, para terminar, gostaria que descrevessem, nas vossas próprias palavras, o que recomendariam em The Legend of Zelda: Skyward Sword às pessoas que estejam interessadas em jogá-lo.
tornámos os objetos maiores do que nunca na série. As Rupees, por exemplo.

Iwata Asks
Iwata:

É verdade que estão maiores.

Marunami:

Fizemos isso porque queríamos que os jogadores tivessem Rupees quando aparecem, tintinantes. Desta vez, as imagens ligeiramente acentuadas fizeram com que fosse possível aumentá-las para aumentar a visibilidade sem que parecessem deslocadas. E os corações que Link usa para regenerar a sua saúde estão

Video: a crescer em diferentes partes do jardim.

Muito bem, para terminar, gostaria que descrevessem, nas vossas próprias palavras, o que recomendariam em The Legend of Zelda: Skyward Sword às pessoas que estejam interessadas em jogá-lo.
a crescer em diferentes partes do jardim.

Iwata:

Como flores.

Marunami:

Existem Bomb Flowers, pelo que pensámos em ter também Heart Flowers (risos). E há muita jogabilidade nos campos de jogo, não só nas masmorras, tornando necessário regenerar a saúde, mas não podíamos simplesmente espalhar por aí vasilhas cheias de corações. Então decidimos, como uma variação da forma de receber corações, ter Heart Flowers como uma espécie de túlipas a florescer. No final, fizemos com que florescessem não só nos campos de jogo mas nos vários locais, o que é bom para principiantes, penso eu. Espero que novos jogadores também o joguem.

Iwata:

Estou a ver. Iwasaki-san?

Iwasaki:

Juntamente com o que Marunami-san acabou de dizer, um item chamado

Video: Stamina Fruit

Muito bem, para terminar, gostaria que descrevessem, nas vossas próprias palavras, o que recomendariam em The Legend of Zelda: Skyward Sword às pessoas que estejam interessadas em jogá-lo.
Stamina Fruit aparece pela primeira vez. Não aumenta exatamente a tua energia incentivando-te (risos). Desta vez podes correr e depois de correres durante um bom bocado, a tua barra de energia começa a esvaziar-se e ficas sem fôlego. Para repores a tua energia, fizemos uma fruta verde e redonda. Inicialmente, uma vez que os Stamina Fruits não podem ser encontrados no mundo real e não apareceram na série até agora, não sabíamos como desenhá-los.

Iwata Asks
Iwata:

Nunca ninguém viu uma. Como foram descritos inicialmente, quando te disseram para os fazeres?

Iwasaki:

Foram descritos como uma planta a crescer em vários sítios. Parece que te daria força e que teria um sabor estaladiço e refrescante.

Iwata:

Estaladiço e refrescante... (risos)

Iwasaki:

Desenhámos com isso em mente e certificámo-nos de que os colocaríamos onde quer que fosse provável ficares sem fôlego, por isso usámo-los muito!

Iwata:

Para uma corrida estaladiça e refrescante.

Iwasaki:

Sim. E em relação ao item chamado Beetle, os comandos com o acessório Wii MotionPlus14 são refrescantes. Voar nele é divertido, por isso recomendo isso. Podes usá-lo para investigar áreas em masmorras e atingir objetos. E se o lançares em direção a inimigos, eles reagirão, por isso espero que voem muito com ele! 14Wii MotionPlus: Um acessório com um sensor de movimentos incorporado que consegue detetar movimentos detalhados dos jogadores. É usado incorporando-o no Comando Wii. O Comando Wii Plus já tem esta tecnologia incluída no próprio comando. Qualquer um deles é necessário para jogar The Legend of Zelda: Skyward Sword.

Iwata:

Hirono-san?

Hirono:

Muitas pessoas vivem no Skyloft e incluímos muitas missões secundárias.

Iwata Asks
Iwata:

Existem muitas, aclamações à parte.

Hirono:

Sim. (risos) Cada um vive à sua maneira, então as pessoas fazem todo o tipo de pedidos a Link. Muitas ideias pensadas por muitos membros da equipa estão nessas personagens e estão à espera que Link fale com eles. Então, por exemplo, se não conseguires avançar ou se pensares que queres fazer uma pausa da aventura, podes regressar ao Skyloft.

Iwata:

E jogar com os habitantes.

Hirono:

Sim. Penso que te divertirás imenso. E se

Video: atingires esses residentes, a Fi falar-te-á sobre eles.

Muito bem, para terminar, gostaria que descrevessem, nas vossas próprias palavras, o que recomendariam em The Legend of Zelda: Skyward Sword às pessoas que estejam interessadas em jogá-lo.
atingires esses residentes, a Fi falar-te-á sobre eles.

Iwata:

Na nossa segunda sessão de “Iwata Pergunta” (Haruyasu) Ito-san, que trabalhou nos efeitos, também mencionou isso. Estás a falar do Comentário da Fi, certo?

Hirono:

Sim. Quando combates inimigos, a Fi mostra-te os seus pontos fracos mas também pode ter muito a dizer sobre os residentes.

Hisada:

Sim, isso é muito interessante.

Marunami:

Ela é um poço de conhecimento. (risos)

Hirono:

Quando pensas: “Quem é este tipo?”, basta alvejares essa personagem.

Iwata:

Desta vez, também alvejas personagens normais e não apenas inimigos.

Hirono:

Exato. Divertir-te-ás se o fizeres.

Iwata:

Por último, Hosaka-san.

Hosaka:

O que quer que seja que te interessa, seja o estilo artístico ou o aspeto fantástico de Link, espero que todos, mesmo os que não são boas a videojogos, experimentem este jogo. Se o fizerem, a história e a apresentação envolver-te-ão e poderás até chorar.

Iwata Asks
Todos:

(a acenar) Pois, pois.

Hosaka:

E para que não perdesse Link quando estivesse a jogar, meti-me em algo que nada tinha que ver com o meu trabalho e pedi-lhes para ajustarem os pontos de recuperação para que até eu conseguisse derrotar um inimigo difícil.

Iwata:

Não te limitaste a planear, também enfatizaste as tuas opiniões enquanto representante dos jogadores principiantes para que o jogo fosse mais fácil de jogar por todos.

Hosaka:

Sim. Pensei: “Eu consigo fazer isso!” Fizemos ajustes como esses até aos mais ínfimos pormenores para que pessoas como eu possam gostar de o jogar até ao fim. Espero que as pessoas o joguem.

Iwata:

The Legend of Zelda: Skyward Sword é muito denso em conteúdo, mas esforçaste-te muito por determinar a forma como poderias fazer com que novos jogadores quisessem experimentá-lo. Então ficaremos felizes se as pessoas que nunca jogaram videojogos o jogarem.

Hosaka:

Sim. E desta vez temos cronologicamente a primeira história The Legend of Zelda, agradável até para os que não conhecem os jogos anteriores. Também por essa razão, espero que novas pessoas gostem dele.

Iwata:

Ouvirás vozes a torcerem por ti.

Todos:

(risos)

Iwata:

Obrigado a todos pelo vosso trabalho árduo.

Todos:

Obrigado.