Dicas gerais para o jogo

Aplica-se a: Wii


Atraída pelo seu pai ausente para um acampamento onde reside um mistério antigo, Ashley dá por si no coração de um novo mistério que a esclarecerá em relação à morte da sua mãe e a fará mergulhar num passado que muitos preferiam ver enterrado. Se em alguma parte deste título tiveres dificuldade em avançar, poderás precisar da nossa ajuda...

Falar é o melhor remédio
Por vezes a forma de avançar depende da informação revelada no decurso das conversas com outras personagens. Para ficares a par de tudo e evitares perder quaisquer pistas importantes, deves falar até não poderes mais. Se estiveres a falar com alguém e um novo assunto surgir, faz todas as perguntas que puderes – nunca se sabe quando o próximo passo se tornará óbvio com uma simples conversa.

A câmara nunca mente
Se vires alguém a fazer algo suspeito ou alguém num sítio onde claramente não devia estar, não custa ter uma boa documentação fotográfica para mais tarde mostrar às autoridades.

Revira tudo o que puder ser revirado
Uma das coisas mais importantes a ter em conta para Another Code: R é que podes examinar as tuas redondezas o mais rigorosamente possível, explorar o mais que possas e sempre que possas e beber em todos os locais possíveis. Sempre que entrares num novo local, investiga literalmente tudo: abre gavetas, armários e persianas, vê fotos, analisa pedaços de papel e lê todos os livros que puderes. Certifica-te de que olhas para as coisas de todos os ângulos vendo Ashley de diferentes direções ou virando objetos no espaço 3D no teu menu do inventário. Mas Ashley não se limita a apanhar cada objeto com que se depara, apanhará exclusivamente coisas que ela considere úteis para a tarefa em mãos. Como tal, um conhecimento rigoroso de "o que pode ser encontrado aqui" tornará a tua vida mais fácil quando uma coisa na qual não tenhas reparado anteriormente se tornar exatamente aquilo de que precisas para resolver um puzzle.

Experimenta algo diferente
Por vezes Ashley não pode interagir diretamente com um objeto mas em vez disso pode usar os controlos, um interruptor ou outra coisa em cena para o mover. Se pensas que sabes o que precisas de alcançar mas não vês nada a acontecer, tenta interagir com o objeto de forma diferente ou procurar noutro ponto da área.

Paparazzo!
Tira uma fotografia de qualquer sítio que explores onde não pareça haver qualquer forma de avançar ou de algo que sobressaia no local nessa altura. Se ficares "empancado" mais tarde, regressa à tua coleção de fotografias e vê se alguma coisa adquire um significado diferente à luz da informação que recolheste desde que tiraste a foto.

Conhece o teu hardware
Precisarás de usar quase todas as funções do Comando Wii para resolver o mistério de Another Code: R. Ao longo do jogo precisarás de resolver puzzles usando o TAS pelo que é vantajoso para ti familiarizares-te com todos os botões do teu Comando Wii e com os seus nomes.

Upgrades de software
O teu aparelho DAS é um kit bastante útil e à medida que a história avança, vai-se tornando ainda mais útil mas pode ser fácil esquecer todas as coisas "fixes" que pode fazer. Não te esqueças de voltar às funcionalidades recém-desbloqueadas sempre que ficares preso pois estas poderão oferecer-te valiosas pistas. Lembra-te que, tal como o teu TAS, este é normalmente útil quando se trata de infiltração de instalações inatingíveis.

O grande explorador
Confere de novo áreas do mapa anteriormente intransitáveis uma vez que à medida que o enredo se desenrola, mais áreas de Lake Juliet ficarão disponíveis para exploração.

Diz-me com quem andas...
Se estiveres a vaguear com um amigo e não tiveres a certeza de onde ir a seguir, fala com o teu companheiro e descobre onde este quer investigar. Verás que muitas vezes as vossas necessidades coincidirão.

Águas turvas
Quando uma certa pessoa tem febre, cabe a Ashley engendrar alguns remédios para os quais precisarás de água potável, limpa e rica em minerais. Como sabes, as águas do lago são suspeitas e, sem dúvida, as das poças também. A tua melhor aposta é um ribeiro de fluxo rápido. Não existia um perto do Shack?

Na direção dos ponteiros do relógio
Quando tentas resolver o mistério de Clock Tower, considera o seguinte: a) precisarás de ler o diário na divisão do piso de baixo e ler as palavras lá escritas com muito cuidado b) a função de sobreposição é necessária para resolver este puzzle e c) sobrepor as fotografias não é suficiente, precisarás de inclinar as fotos para que uma determinada hora seja mostrada pela mão do relógio para revelar o número de vezes que deves rodar cada chave.